O FRIO QUE FAZ NA CAMA conquista Sete Nomeações em Festival Internacional


A peça "O Frio que Faz na Cama" (produção da Ditirambus - Associação Cultural e Pesquisa Teatral) obteve sete nomeações no Festival Internacional de Teatro de Vila Nova de Gaia:
- Melhor Peça;
- Melhor Encenador (Marco Mascarenhas);
- Melhor Ator (Carlos Alves);
- Melhor Atriz (Célia Figueira);
- Melhor Iluminação (Tiago Fonseca);
- Melhor Cenário (Marco Mascarenhas);
- Melhor Guarda-Roupa.

EURIDES LOPES


  • Fez formação no projecto TEATRO DE INTERVENÇÃO COMUNITÁRIA, da DITIRAMBUS


  • Frequenta o Curso Técnico de Contabilidade, na Escola Secundária Eça de Queirós


  • É monitor do ateliê de danças africanas e contemporâneas da DITIRAMBUS


  • No Cinema, participou no filme "A Regra" de Joaquim Sapinho


  • No Teatro, integrou os elencos das peças "RACISTA, EU?!", "CHUVA DE CORES" e "DESPERTA-TE", produzidas pela Ditirambus, e "ASSIM QUE PASSEM CINCO ANOS" de Federico Garcia Lorca, no Teatro Ibérico.


Gosta de ir ao cinema e ao teatro, ler e fazer desporto.

RICARDO FERNANDES










MARCO MASCARENHAS






Co-fundador e colaborador da DITIRAMBUS - Associação Cultural e de Pesquisa Teatral.

  • Formado pelo Curso Superior de Artes Cénicas da Pontifícia Universidade Católica e Fundação Teatro Guaíra – Curitiba – Paraná Brasil.

  • Profissional de Teatro há mais de vinte anos como Actor , Encenador e Professor.

  • Formador de Formadores.

  • Trabalhou como preparador físico, coreógrafo, cenógrafo, director de actores, maquilhador, criador de luz e banda sonora de vários espectáculos.

  • Encenações a destacar:
    A Dama das Camélias de Alexandre Dumas Filho; Frei Luis de Sousa de Almeida Garret; Rotação de vários autores; Rimbaud - Une Saison En Enfer de Paulo Venturelli; A Outra Face de vários autores; No Natal A Gente Vem Te Buscar de Naum Alves de Souza; O Despertar da Primavera de Frank Wedekind; A Cantora Careca de Eugène Ionesco; A Casa de Bernarda Alba de Federico Garcia Lorca; A Amante de Onivaldo Dutra; Um Dia na Vida de Uma Criança de Onivaldo Dutra; Sonho de Uma Noite de Verão de William Shakespeare; O Rei está a Morrer de Eugène Ionesco; O Corvo de Afonso Sastre; Pluft, O Fantasminha de Maria Clara Machado; O Frio que Faz na Cama de António Manuel Revez.

  • Actuações a destacar:
    Doce Deleite de Mauro Rasi, Vicente Pereira e outros autores; Lisistrata de Aristófanes; Navalha Na Carne de Plínio Marcos; A Fada Que Tinha Ideias de Fernanda Lopes de Almeida; O Verdadeiro Assassinato (Towards Zero - A Hora H) de Agatha Christie; A Boa Alma Do Belo Assassino de César Almeida; A Moda De Viola E Bala de Enéias Lour; Qorpo Santo de José Joaquim de Campos Leão; Ópera Carmen De Bizet. Encenação de Sérgio Brito; O Olho Azul Da Falecida (Loot) de Joe Orton; Besame Mucho de Mário Prata; As Bruxas De Salém de Artur Muller; A Ópera Dos Três Vinténs de Bertold Brecht; O Veneno Do Teatro de Rodolf Sirera; Humor Aos Pedaços de vários autores; A Serpente de Nelson Rodrigues; Adivinha Quem Vem Para Morrer de Rafael Ferreira; Morte no Parque de Yukio Mishima; O Rei está a Morrer de Eugène Ionesco.

  • Cinema
    “Flash” Protagonizou o curta metragem com a realização e argumento do realizador Carlos Santana, uma produção da P35 e Panavideo.

  • Autor e Formador dos Cursos “Uma Voz para o Actor”, “A Voz e o Texto Dramático”, “Ser Actor”, “Atelier de Teatro - Tornar-se Actor” e “Técnicas Teatrais para Empresários” no formato de Workshops de Teatro nas seguintes entidades:
    · Teatro Ibérico de Lisboa
    · Teatro Bocage – Lisboa
    · Cia de Teatro Magia e Fantasia – Lisboa
    · Casa Mansão de Marvila – Lisboa
    · Teatro Ribeiragrandense, São Miguel – Açores
    · Cia Contigo Teatro, Funchal – Madeira
    · Cia de Teatro Palha de Abrantes, Teatro São Pedro – Abrantes
    · Sociedade de Instrução e Recreio Os Pimpões – Caldas da Rainha
    - Formador de professores na Área das Expressões dos seguintes Centros de Formação:
    · Centro de Formação António Sérgio da Escola Secundária Prof. Herculano de Carvalho - Lisboa.
    · Centro de Formação de Professores de Loures / Sacavém.
    · Centro de Formação José Pereira Tavares da Escola João Afonso da Cidade de Aveiro.
    · Centro de Formação de Professores da Moita da Escola Mousinho da Silveira - Conselho da Moita.
    · Centro de Formação do SPGL - Sindicato dos Professores da Grande Lisboa (Delegações de Lisboa, Santarém, Caldas da Rainha, Tomar, Évora e Beja.).
    · Centro de Formação de Professores de Salvaterra de Magos.
    · Centro de Formação de Professores do Instituto Irene Lisboa – Lisboa e Beja.
    · Centro de Formação de Professores do S.P.M. – Sindicato dos Professores da Madeira – Funchal
    · Centro de Formação de Professores de São Miguel e Santa Maria – São Miguel (Ponta Delgada, Vila Franca do Campo, Ribeira Grande, Lagoa) e Santa Maria (Vila do Porto)- Açores
    · Centro de Formação Associação de Escolas do Faial, Pico, Flores e Corvo (Horta - Faial) – Açores
    · Centro de Formação da APPI – Associação Portuguesa dos Professores de Língua Inglesa.

  • Autor e Formador dos Cursos de “Técnicas Teatrais Aplicadas ao Professor”, “Uma Voz para o Professor” e “Voz e Comportamentos” nas seguintes entidades do Ensino Superior:

    · Universidade Técnica de Lisboa (ISCSP, ISA, IST)
    · Universidade Nova de Lisboa (Várias Faculdades)
    · Instituto Superior Técnico de Setúbal (EST)
    · Instituto Politécnico da Guarda (ESTG)

SEVETLANA ZAMORA

Participou nas seguintes produções:

Formação: Curso Profissional de Técnico de Animação Sociocultural



"Gosto de dança, teatro e musica".

"Teatro para mim é : Estar em contacto com varias culturas e pessoas é um aprofundar de conhecimentos é inter ajuda é saber respeitar o próximo é poder aprender com as nossas acções e é ver reconhecido todo esforço e trabalho e acima de tudo empenho. Considero-me uma rapariga divertida, reservada e amiga dos meus amigos".

JOANA LOURENÇO

JOANA LOURENÇO
Assistente da Direção

Licenciada em Teatro pela Universidade de Évora, frequência do Curso de Estudos Teatrais, ramo Vocacional; contactou com professores como Sara Belo, Tiago Faria, Tiago Porteiro, Berta Teixeira, Christine Zürbach, José Alberto Ferreira, Carlos Alberto Machado, Nuno Nabais, Laureano Carreira, Rosário Gonzaga, Luísa Rodenas, Lucília Valente, entre outros.

Formações a destacar:

Formação em Teatro de Intervenção Comunitária - Teatro Fórum, promovido pela Ditirambus.

Workshop de Teatro no Clube Estefânia, dinamizado por Susana Alves, que proporcionou sessão com o convidado António Feio.

Laboratório de Escrita Dramática, com a orientação de Carlos Alberto Machado, organizado pelo CEPIA – Centro de Estudos Performativos i Artísticos.

Workshop de “Iniciação Teatral”, dirigido por Dmitry Bogomolov, na Act – Escola de Atores.

Workshop de Teatro “Um Método Para o Ator”, ministrado por Onivaldo Dutra e Marco Mascarenhas, na Associação Cultural de Pesquisa Teatral - Ditirambus.

Seminários integrados na formação académica: “Stanislavski – o trabalho do ator sobre si mesmo”; Técnica da Máscara de Commedia dell´Arte; Dramaterapia e Psicodrama; Marionetas; Cenografia; Canto/Voz; Cante Alentejano; Iluminação.

Experiência profissional:

Professora da área de Teatro de cursos profissionais e do ensino básico.
Dinamizadora do Atelier Infantil promovido pela Ditirambus, na Quinta do Lavrado, desde 2009; até 2010, foi colaboradora no Fórum Sénior, desenvolvido pela Ditirambus no Centro de Dia de S. João de Deus.
Desde 2001, o seu percurso envolve o trabalho com crianças.
A colaborar com a Ditirambus desde 2002, principalmente como atriz, nas temporadas e digressões das peças:
O FRIO QUE FAZ NA CAMA de António Manuel Revez, encenação de Marco Mascarenhas – Ditirambus – digressão por: Caldas da Rainha, IPJ, Pinhal Novo, Auditório Carlos Paredes e Vila Nova de Gaia.
ASSIM QUE PASSEM CINCO ANOS de Garcia Lorca, encenação de Onivaldo Dutra – Teatro Ibérico.
AS TRACINHAS DANÇARINAS escrito e encenado por Célia Figueira ¬– Teatro Ibérico
PANCAKES SHOW autoria e encenação de Célia Figueira – Teatro Ibérico e Moita.
RACISTA, EU?! encenado por Onivaldo Dutra; Ditirambus – Teatro Ibérico e Palmela.
O REI ESTÁ A MORRER de Eugène Ionesco, encenação de Marco Mascarenhas – Teatro Ibérico.
NA BOCA DA NOITE de Onivaldo Dutra; Ditirambus - Auditório Carlos Paredes, Benfica.
A BOCA DA NOITE MASTIGOU O MEU COWBOY de Onivaldo Dutra; Ditirambus – Teatro Ibérico.
UM DIA NA VIDA DE UMA CRIANÇA de Onivaldo Dutra; Ditirambus - Espaço Monsanto, Auditório Carlos Paredes – Benfica, Teatro Ibérico e escolas.
CHUVA DE CORES de Onivaldo Dutra - Museu da Cidade, reposição no Teatro Ibérico e Auditório e digressões por Caldas da Rainha, Abrantes, escolas.

Teatro universitário:

ANTÍGONA a partir de Sófocles, encenado por Tiago Rodrigues e apresentado em Manchester no MIST. AS CRIADAS de Jean Genet, dirigido por Ana Tamen.
A CASA DE BERNARDA ALBA de Garcia Lorca, com encenação de Luís Varela.
Fragmentos de Tchekhov, Molière, Marivaux; interpretação de monólogos, farsas; iniciação à técnica da máscara; manipulação dos “Bonecos de Santo Aleixo”.

CÉLIA FIGUEIRA

CARLOS ALVES

Carlos Alves iniciou o percurso profissional no Teatro em 2006, e concluíu estudos de Licenciatura em Comunicação Social, em 2008. Integrou depois a Companhia do Teatro Ibérico entre 2008 e 2011 e realizou um Estágio Profissional como ator, produtor e assistente de encenação na Associação Cultural e Pesquisa Teatral Ditirambus (Lisboa).
É autor da rubrica de humor Dias em Crónica, da RDS Rádio (87.6 FM/ www.rds.pt) e apresenta-se em espetáculos de stand up comedy há mais de três anos.

O seu percurso compõe-se já de mais de uma dezena de peças e curtas-metragens:
Teatro: «Direito ao Assunto» de Carlos Alves; «Camarim» de Carlos Alves e Ana Campaniço; «El Quijote», encenação de Célia Figueira; «Circo das Cores» de Onivaldo Dutra; «Tempo de Mágoa» de Célia Figueira; «Deita o Babico no Lixo» de Volker Ludwig (onde fez também assistência de encenação); «O Frio que Faz na Cama» de António Manuel Revez; «Assim Que Passem Cinco Anos» e «Amor de D. Perlimplim com Belisa em Seu Jardim» de Federico Garcia Lorca; «A Relíquia» de Eça de Queirós, adaptação de Filomena Oliveira; «Pancakes Show» de Célia Figueira; «Pluft, O Fantasminha» de Maria Clara Machado; «Racista, Eu?!» de Onivaldo Dutra; «O Rei Está a Morrer» de Eugène Ionesco; «A Outra e o Triângulo» de Dulce Marques; «Tomai Lá do O' Neill» de Filomena Oliveira; «Na Boca da Noite» de Onivaldo Dutra.

«Camarim», em co-autoria com Ana Campaniço, foi o seu primeiro texto levado a cena, bem como a sua estreia na encenação (2014). Seguiu-se «Direito ao Assunto», representado no Teatro Rápido (Lisboa) em abril de 2014.

Em 2012, foi nomeado para o Prémio de Melhor Ator no CALE-SE - Festival Internacional de Vila Nova de Gaia, com a peça «O Frio que Faz na Cama».

Cinema - curtas-metragens: «A Sexta Chamada» de João Oliveira; «Medo» de Teresa O. Sousa; «Laços Quebrados» de Adjame Figueira; «4 no Quadrado» e «Praxe Acidentada» - produções da Universidade Lusófona.

Trabalhou também na Rádio Capital, na área da informação, nos anos 2010 e 2011, e como editor e redator de conteúdos no portal Vodafone Live, da Vodafone Portugal. Dirigiu um jornal institucional ligado ao Centro Social e Recreativo Cultural de Vila Verde - Alijó.
Carlos Alves é ainda formador nas áreas de Comunicação e Literatura Portuguesa, integra a direção da Associação Cultural de Pesquisa Teatral Ditirambus e é membro representante da Rede Social de Lisboa.

ONIVALDO DUTRA


"Ame a arte em você e não a você na arte!"
Constantin Stanislavski

PRESIDENTE DA DITIRAMBUS.
ENCENADOR, ACTOR, PROFESSOR, FORMADOR, DIRECTOR DE PRODUÇÃO, ILUMINADOR e SONOPLASTA.

FORMAÇÃO:
PARTE CURRICULAR DE MESTRADO EM ESTUDOS DE TEATRO pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.

LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO ARTÍSTICA pela FAP - Faculdade de Artes do Paraná Brasil.
Com Estágio supervisionado em Escolas do Ensino Básico e Secundário.

BACHARELATO EM ARTES CÉNICAS pela Pontifícia Universidade Católica de Curitiba - Brasil.
Habilitação em Interpretação Cénica.

CURSO DE FORMAÇÃO DE ACTOR pelo Curso Permanente de Teatro da Fundação Teatro Guaíra, Curitiba - Brasil.

CURSOS DE RECICLAGEM com grandes nomes do Teatro brasileiro, como Celso Nunes e Ademar Guerra ( São Paulo), e António Abujanra, Dina Sfat e Sérgio Brito (Rio de Janeiro).

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL
Iniciou a carreira como actor em 1976 e, desde aí, tem inúmeros trabalhos no currículo, como actor e encenador:
"AS HIENAS", de Bráulio Pedroso, encenação de Sueli Chiarato.
"OS BIRUTAS DA RUA", criação colectiva, encenação Sueli Chiarato.
"EQQUS", de Peter Schafer, encenação de Leonardo Still.
"NEM O PAI, NEM O FILHO, NEM O ESPÍRITO SANTO", encenação de Fátima Ortiz. Teatro Guaíra, Curitiba - Brasil.
"TUDO AZUL NO HEMISFÉRIO SUL", encenação de Ivone Hoffmann. Teatro Guaíra, Curitiba - Brasil.
"SEIS PERSONAGENS À PROCURA DE UM AUTOR", encenação de Lala Schneider. Teatro Guaíra, Curitiba - Brasil.
"PINHA, PINHÃO, PINHEIRO", encenação de Fátima Ortiz. Teatro Guaíra, Curitiba - Brasil.
"O MÁGICO DE OZ", encenação de Moacir David. Teatro Guaíra, Curitiba - Brasil.
"PLUFT O FANTASMINHA", encenação de Lineu Portela. Teatro Guaíra, Curitiba - Brasil.
"ERA UMA VEZ OUTRA ESTÓRIA", encenação de Luthero Almeida. Teatro da Classe, Curitiba- Brasil
"PINÓCHIO", encenação de Luthero Almeida.Teatro Guaíra, Curitiba - Brasil.
"A GATA BORRALHEIRA", encenação de Luthero Almeida. Teatro Guaíra, Curitiba - Brasil.
"APELADINHA", encenação de José Basso. Teatro da Classe, Curitiba - Brasil.
"INCOERÊNCIA", encenação de Marina Machado. Teatro Guaíra, Curitiba - Brasil.
"CABARET VALENTIN", de Karl Valentin, encenação de António Gilberto (Rio de Janeiro). Prémio de MELHOR ACTOR.
"CHUVA DE CORES", pelo Grupo Theatro Art Cactus. Curitiba - Brasil. Autoria e Encenação de Onivaldo Dutra.
"DOCE DELEITE" de Mauro Rasi, Vicente Pereira e outros, encenação de Chico Nogueira. Teatro Guaíra, Curitiba - Brasil.
"QORPO SANTO" de José Joaquim de Campos Leão, encenação de Onivaldo Dutra. TeatroGuaíra, Curitiba - Brasil.
"A BOA ALMA DO BELO ASSASSINO" de Cesar Almeida, encenação de Onivaldo Dutra. Teatro Guaíra, Curitiba-Pr. Brasil.
"A FADA QUE TINHA IDÉIAS" de Fernanda Lopes de Almeida, Teatro Guaíra, Curitiba - Brasil.
"A BOA ALMA DO BELO ASSASSINO", Teatro Guaíra, Curitiba - Brasil.
"QORPO SANTO", Teatro Guaíra, Curitiba - Brasil.
"AS BRUXAS DE SALÉM" de Artur Miller, encenação de Marcelo Marchioro. Teatro Guaíra, Curitiba - Pr. - Brasil.
"A VIDA DE GALILEU" de Bertold Brecht, encenação de Celso Nunes (São Paulo).
"A PADARIA" de Bertold Brecht, encenação de Paulo Maia. Teatro Guaíra, Curitiba - Pr. Brasil.
"O CARRASCO DO SOL" de Peter Schafer, encenação de Oraci Gemba.
"O GUERRILHEIRO DA INCONFIDÊNCIA" , texto e encenação de Luthero Almeida. Teatro Guaíra - Curitiba-Pr. Brasil.
"O CALIFA DA RUA DO SABÃO" – encenação de Onivaldo Dutra; Produção de Moacyr David.
"LIBEL, A SAPATEIRINHA" Encenação de Onivaldo Dutra; Produção de Moacyr David.
"BESAME MUCHO" de Mário Prata, encenação de Cleon Jacques. Teatro da Caixa. Curitiba - Pr. Brasil.
"O OLHO AZUL DA FALECIDA" de Joe Orton, encenação de Roberto Menghini. Teatro Guaíra. Curitiba - Pr. Brasil.
"O CERCO DA LAPA" , texto e encenação de Oraci Gemba. Teatro Guaíra. Curitiba - Pr. Brasil.
"TIRADENTES" , texto e encenação de Luthero Almeida. Teatro Guaíra. Curitiba - Pr. Brasil.
"RIMBAUD - UNE SAISON EN ENFER / UMA TEMPORADA NO INFERNO" de Paulo Venturelli, encenação de Marco Mascarenhas.
"O VENENO DO TEATRO" de Rodolf Sirera, encenação de José Blanco Gil. Teatro Ibérico de Lisboa.
"O AUTO DA ÍNDIA" de Gil Vicente, encenação de José Blanco Gil. Teatro Ibérico de Lisboa.
"DESEJOS ESCARLATE", encenação de Onivaldo Dutra; inspirada na obra de Nelson Rodrigues. Teatro Ibérico de Lisboa.
"O DESPERTAR DA PRIMAVERA", encenação de Onivaldo Dutra; adaptação do original de Frank Wedekind por Joaquim Pedro Ferreira. Ditirambus - Associação Cultural de Pesquisa Teatral.
"A OUTRA FACE" de vários Autores. Encenação de Onivaldo Dutra. Teatro Gil Vicente – Cascais - DITIRAMBUS - Associação Cultural de Pesquisa Teatral.
"HUMOR AOS PEDAÇOS " de vários autores. Encenação de Onivaldo Dutra. Cine-teatro de Nisa.
“NO NATAL A GENTE VEM TE BUSCAR” - de Naum Alves de Sousa. Espectáculo encenado por Marco Mascarenhas. Adaptação de Texto de Maria Carmo Abreu e Marco Mascarenhas. Teatro Maria Matos.
“A SERPENTE” - de Nelson Rodrigues. Padrão dos Descobrimentos -Câmara Municipal de Lisboa. Produção DITIRAMBUS Pesquisa Teatral.
"O VENENO DO TEATRO" - de Rodolf Sirera. Palácio Marquês de Fronteira - DITIRAMBUS Pesquisa Teatral.
“ADIVINHA QUEM VEM PARA MORRER” de Rafael Ferreira - Encenação de Célia Figueira.
“O DESPERTAR DA PRIMAVERA” de Frank Wedekind - Teatro Municipal do Barreiro – Arte Viva Teatro e Comunicação.
“A CANTORA CARECA” de Eugène Ionesco. Clube Estefânia – Lisboa.
“Chuva de Cores” – Museu da Cidade – Lisboa
“A CASA DE BERNARDA ALBA”, de Federico Garcia Lorca - Teatro Municipal do Barreiro.

Peça teatral “A Amante” – Ditirambus – Pesquisa Teatral.

Peça teatral infantil “Um Dia na Vida de Uma Criança” – Ditirambus – Pesquisa Teatral.
Peça teatral “UMA CERTA MARGARIDA”, inspirado na peça “APARECEU A MARGARIDA” de Roberto Athayde – Teatro Ibérico – Lisboa, Cine-Teatro São Pedro – Abrantes.
Peça teatral “A BOCA DA NOITE MASTIGOU O MEU COWBOY” – Teatro Ibérico – Lisboa
Peça teatral FIDELIDADES, de Maria do Céu Ricardo, pela Companhia Arte Viva – Teatro Municipal do Barreiro
Peça infantil “UM DIA NA VIDA DE UMA CRIANÇA” Espaço Monsanto e Teatro Ibérico - Lisboa, Teatro Passagem de Nível - Alfornelos.
Peça teatral CENAS DE UM CASAMENTO, inspirada na música de Chico Buarque O Casamento dos Pequenos Burgueses, pela Ditirambus – Pesquisa Teatral – Auditório Carlos Paredes e Teatro da Trindade – Lisboa.
Peça teatral UM DIA NA VIDA DE UMA CRIANÇA pela Ditirambus – Pesquisa Teatral – Auditório Carlos Paredes – Lisboa.
Leituras Dramáticas Encenadas TARDES COM O`NEILL – leituras de poemas de Alexandre O`Neill – Teatro Ibérico Lisboa.
Peça Teatral A MINHA VIDA DAVA UM DVD – Auditório Escola Secundária Eça de Queirós – Lisboa.
Peça Teatral TOMAI LÁ DO O`NEILL – de Filomena Oliveira – Auditório Carlos Paredes – Lisboa.
Peça Teatral MANIFESTO de Ângela Almeida – Teatro Ibérico – Lisboa.
Peça Teatral A OUTRA E O TRIÂNGULO de Dulce Marques – Auditório Carlos Paredes – Lisboa.
Peça Teatral O REI ESTÁ A MORRER, de Eugène Ionesco, Encenação de Marco Mascarenhas – Teatro Ibérico – Lisboa.
Peça Teatral O CORVO, de Alfonso Sastre, Encenação de Marco Mascarenhas – Teatro Ibérico – Lisboa.
Peça Infantil O CIRCO DE PAPEL, de Vergílio Alberto Vieira, Encenação de Onivaldo Dutra – Co-produção Ditirambus e Teatro Ibérico – Lisboa.
Peça Teatral O VENENO DO TEATRO, de Rodolf Sirera – Teatro Ibérico – Lisboa.
Peça Teatral RACISTA, EU?!, texto de Onivaldo Dutra – Teatro Ibérico – Lisboa.
A RELÍQUIA, de Filomena Oliveira, inspirada na obra de Eça de Queirós. Teatro Ibérico - Lisboa.
ASSIM QUE PASSEM CINCO ANOS, de Federico Garcia Lorca. Teatro Ibérico - Lisboa.
DESPERTA-TE!, texto de Onivaldo Dutra. Teatro Ibérico - Lisboa.
CHUVA DE CORES, texto de Onivaldo Dutra. Teatro Ibérico - Lisboa.
O FRIO QUE FAZ NA CAMA, de António Manuel Revez. Encenação de Marco Mascarenhas. Produção: Ditirambus.

Em TELEVISÃO actuou em publicidade, com as seguintes produtoras de Vídeo da cidade de Curitiba - Pr. Brasil: SIR Laboratório de Som e Imagem - 09 Anúncios; SOFT VÍDEO S/A - 06 Anúncios; GUAÍRA VÍDEO S/A - 04 Anúncios; REDE PARANAENSE DE TELEVISÃO - 01 Anuncio (Rede Globo); TV INDEPENDÊNCIA - 01 Anuncio (TV Manchete); TV PARANÁ - 01 Anuncio (TV Bandeirantes).

RTP – Participou do episódio “Esoterismo” da Série “Nós Os Pobres”, produzido pela D&D Audiovisuais S.A, no papel de “Karibu” (2001).

P – PANORÂMICA – FILME “A BOCA DA NOITE MASTIGOU O MEU COWBOY” – Curta metragem, realizado por Carlos Santana. (2005)

P – PANORÂMICA – Filme publicitário “Ultra Pro” – Empresa Pingo Doce – Junho 2006.

ENSINO
PROFESSOR NO CURSO SUPERIOR DE ARTES CÉNICAS DA PONTÍFICE UNIVERSIDADE CATÓLICA DE CURITIBA - PR - BRASIL.

FORMADOR DE PROFESSORES - Universidade Técnica de Lisboa – Curso “Técnicas Teatrais Aplicadas ao Professor – Níveis I e II”

FORMADOR DE PROFESSORES Centro de Formação de Docentes do Concelho da Moita na Acção “O Texto Didáctico: Da Leitura à Encenação”

PROFESSOR na ESCOLA SECUNDÁRIA D. LUISA DE GUSMÃO – DISCIPLINA: TEATRO (7º e 8º) E TÉCNICAS DE EXPRESSÃO E COMUNICAÇÃO (10º)

FORMADOR no Centro de Formação António Sérgio / Centro de Formação de Loures-Oriental e Instituto Irene Lisboa.

FORMADOR DE PROFESSORES – Curso Voz e Técnicas de Comportamento - Escola Superior de Enfermagem de Viseu.