Notícias - APROTED REIVINDICA IGUALDADE PARA A EDUCAÇÃO ARTÍSTICA

A APROTED - Associação de Professores de Teatro Educação tem lutado contra a publicação do Decreto-Lei n.º 35/2007 que, de acordo com a Associação, veio "proibir as escolas de contratarem professores para as disciplinas artísticas, bem como para as áreas técnicas e profissionais, para um número de horas superior a meio horário lectivo". Numa petição pela revogação daquele Decreto-Lei, a APROTED acusa o Ministério da Educação de continuar "a discriminar algumas áreas artísticas, caso do Teatro e da Dança, não criando lugares de quadro nem carreira profissional para os docentes destas disciplinas que leccionam nas escolas do ensino regular público". E, adiantam, "os poucos docentes que, por legislação especial, tiveram acesso a quadro de escola vêem-se agora impedidos de aceder à categoria de professor titular".
Neste âmbito, uma delegação da APROTED foi recebida pela deputada do Partido Socialista Luísa Santos, que garantiu o seu apoio e o de alguns outros deputados do partido às reivindicações dos professores de Teatro Educação. A deputada comprometeu-se a apresentar, na próxima sessão legislativa, um novo projecto de resolução que concilie as propostas da APROTED com a posição do Ministério da Educação.

Outras notícias: - Dia da Língua Portuguesa celebrado na Escola Eça de Queirós com a presença de Cavaco Silva
- A Educação pela Arte - para onde vamos?