DESPERTA-TE!

DESPERTA-TE está agora disponível para sessões para escolas e grupos de pelo menos 60 pessoas.


UM ESPECTÁCULO INSPIRADO NA METODOLOGIA DO OPRIMIDO
DE AUGUSTO BOAL


O Teatro Fórum consiste na encenação de temas propostos pelos elementos de um grupo ou comunidade. Nessas encenações - baseadas em factos reais - a história que se apresenta contém um conflito por resolver. O conflito entre o/a oprimido/a - pessoa que tendo o desejo de atingir/fazer alguma coisa luta com todos os meios a sua disposição para realizar o seu sonho, mas sem êxito - e o opressor - pessoa que por razões concretas e pela sua situação de poder/autoridade faz tudo o que esteja na sua mão para evitar que o oprimido realize o seu desejo.



Texto e Encenação: Onivaldo Dutra

Formadores assistentes: Célia Figueira e Marco Mascarenhas

Interpretação: Eurides Lopes, Diana Resende, Joana Lourenço, Ricardo Pereira, Maria Martins, Adriano Guerreiro, Svetlana Zamora, Alfucene Sani, Rita Pinto, Miguel Leirão, Telmo Ricardo, Pedro Santana, Ricardo Fernandes e Vanessa Amaral.

Coreografia: Eurides Lopes e Svetlana Zamora.

Cenografia: Rita Rodrigues

Figurinos: Joana Lourenço

Equipa Técnica: Carlos Alves, Rúben Silva e Miguel Ferraria

Coordenação de Projecto: Onivaldo Dutra

Contactos: 919097077/ 916041447

Este projecto é financiado no âmbito do “Acordo de Cooperação e Parceria 2010” da

CHUVA DE CORES para escolas e grupos



A CHUVA DE CORES está agora disponível para sessões para escolas e grupos de pelo menos 60 pessoas.

"Uma história de amor entre uma sombrinha e um guarda-chuva cujos pais se odeiam e os conflitos entre seres de cores diferentes está de volta para criar um universo de fantasia e aprendizagem para o público mais jovem que não deixará os mais crescidos indiferentes".

Contactos - 919097077/ 916041447
E-mail: ditirambus@gmail.com
Teatro Ibérico - Rua de Xabregas (junto ao Instituto de Emprego e Formação Profissional)- Lisboa

2010

PANCAKES SHOW




"MENINAS...
ISTO É UM CASTING…
SIM, UM CASTING…uma palavra mesmo…tão inglesa!...UF!
UMA AUDIÇÃO…

De quem? Ora essa!...Uma audição é qualquer coisa, tipo: “tu estás muito atenta e DISPONÍVEL, com postura bem SENSUAL, um olhar muito ATREVIDO e… depois perguntam-te umas coisas…
e assim,
tu respondes
e assim…
Alguém ouve, gosta da tua voz, olha bem para o teu corpo, recosta-se na cadeira, reconsidera e pronto…tipo…ficas logo no programa e assim…

OU ENTÃO…assim…uma prova de CORPO ou de VOZ ou de CANTO…ou assim…tipo DANÇA com alguma música e alguns sonhos…

CLARO!... E NESTES ASSIMS ESCONDEM-SE AS CENAS MAIS INTERESSANTES, QUERO DIZER…algumas mesmo maradas!..."

Ficha Técnica:

Texto e Encenação
Célia Figueira

Elenco
Joana Lourenço
Rita D’Almeida
Daphne Rêgo
Sevetlana Zamora
Carlos Alves

Teatro Ibérico
Rua de Xabregas, 54
Beato – Lisboa

Contactos para marcação de espectáculos:
919097077/ 966564933 / 916041447

Preço dos Bilhetes:
Normal: 10 € (com direito a uma panqueca e um café ou chá)/
Estudantes e 3ª Idade: 8€

Contactos

Telefone: 919097077/ 916041447

E-mail: ditirambus@gmail.com

O FRIO QUE FAZ NA CAMA

Ana e Luís são um casal, vivem juntos há vários anos, não têm filhos. Mantêm uma relação assente na rotina e na habituação e parecem estar cada vez mais longe um do outro.
Tó e Cátia, mais jovens, vivem um relacionamento movido pelo sexo e pelo prazer imediato. Nada parece unir estes dois casais. Uns já não são capazes de se sentirem felizes juntos; os outros buscam o prazer pelo prazer e encontram-no no sexo, nas drogas e na forma imediatista como vivem a sua paixão.
Mas há uma coisa que os liga – o frio que não deixam de sentir quando estão na cama. E há um ponto, na procura do calor por que anseiam e que rejeitam, em que as vidas dos quatro se cruzam.

Que saídas existem quando a relação entre duas pessoas se torna tão distante e monótona que já nenhum dos dois a consegue suportar? Será possível amar alguém que recusa realmente ser amado?
O Frio que Faz na Cama leva-nos a acompanhar os encontros e desencontros destas personagens movidas pela procura do que os afectos lhes podem oferecer. Esta peça propõe uma reflexão sobre as relações afectivas, num retrato duro, actual e sem tabus da busca pela satisfação sexual e amorosa.


Ficha Técnica:

Autor: António Manuel Revez

Encenação: Marco Mascarenhas

Elenco: Onivaldo Dutra, Célia Figueira, Joana Lourenço, Carlos Alves

Locução - Jorge Évora

Técnico de Audio - José Lourenço

Iluminação - Tiago Fonseca

Sonoplastia - Ricardo Fernandes

Cenário - Marco Mascarenhas

Figurinos: Célia Figueira

Produção - Onivaldo Dutra/ Carlos Alves

Assistente de Produção - Leonor Leitão

Apoios:

Câmara Municipal de Lisboa

Gebalis

Anúncio de O FRIO QUE FAZ NA CAMA na Rádio Mais Oeste - Caldas da Rainha

Listen!